Campinas cria grupo para dar mais segurança a aprovação de empreendimentos

Através de um decreto a prefeitura de Campinas criou o Grupo de Análise de Projetos Específicos para tratar dos estudos de viabilidade e aprovação de empreendimentos imobiliários que precisam de estudos específicos. O objetivo do GAPE, como será chamado, é dar mais dinâmica e segurança nas aprovações de empreendimentos, e, assim, evitar problemas de embargos como os vividos recentemente no município. Segundo o secretário de Gestão e Controle André Laubentein, a criação do grupo foi decidida após auditoria que constatou diversas aprovações em descumprimento com a legislação.

Até o ano de 2003 existia um colegiado na prefeitura que aprovava os projetos em Campinas, mas a partir daí a responsabilidade passou a ser de uma única pessoa: o secretário de Urbanismo. Lembrando que o ex secretário da pasta, Hélio Jarreta, começou a ser investigado pelo ministério público exatamente pela liberação de alvará para empreendimentos irregulares. MP que inclusive participou da criação do GAPE como afirma o secretário André Laubenstein.

As reuniões do Gape serão no mínimo quinzenais. Porém, nos primeiros três meses de atuação esses encontros ocorrerão semanalmente. A medida é uma forma colocar em dia os cerca de 50 estudos específicos que já tramitam na Prefeitura e que estavam suspensos desde abril.

Compartilhe!

Pesquisar

PODCASTS

Mais recentes

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Veja também

Por orientação de advogado, Zé Carlos não comparece à sessão da Câmara

No dia em que foi deflagrada a Operação Lambuja, com mandados de busca e apreensão na Câmara e endereços ligados ao vereador Zé Carlos (PSB), o presidente do Legislativo foi orientado pelo advogado dele, Ralph Tórtima Stettinger Filho, a não comparecer à Sessão Ordinária desta quarta-feira.

A sessão desta quarta, no Teatro Bento Quirino, é presidida pela vice-presidente da Casa, Débora Palermo (PSC).

Vereadores de oposição apresentam pedido de investigação contra Zé Carlos

Os vereadores Nelson Hossri (PSD) e Marcelo Silva (PSD) apresentaram nesta quarta-feira um pedido de Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar os fatos envolvendo a suposta cobrança de vantagens indevidas para manutenção ou prorrogação de contratos de empresas terceirizada pelo Legislativo por parte do Presidente da Câmara, o vereador Zé Carlos (PSB).

A defesa de Zé Carlos alega inocência do vereador.

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.