Semana de luta contra o analfabetismo é lançada em Campinas

A secretaria de educação de Campinas está em busca de 1.700 pessoas que são analfabetas para completar a turma deste ano para os cursos de aprendizagem. São 4 mil vagas oferecidas e apenas 2,3 mil foram preenchidas. Para encontrar esse público, foi lançada nesta quinta-feira a semana municipal de luta contra o analfabetismo, que tem como proposta envolver empresas na procura pelas pessoas que não sabem ou têm dificuldade em ler e escrever. Em 2010, segundo dados do Censo, havia cerca de 20 mil analfabetos em Campinas. Os cursos oferecidos pela Fundação Municipal para Educação Comunitária para combater o problema pretendem envolver o maior número interessados, já que é objetivo do governo municipal chegar ao topo do ranking de pessoas alfabetizadas formado entre as cidades com mais de um milhão de habitantes no país, até 2016. Atualmente, Campinas ocupa a quinta colocação na listagem. De acordo com a diretora executiva da Fumec, Darci da Silva, a realização da semana é importante para que haja conscientização de todos os setores da sociedade na busca pelas pessoas que necessitam de aprendizado.

A secretária de educação de Campinas, Solange Villon, acredita que é necessário o envolvimento das empresas da cidade. Ela revela que há boas parcerias com o setor da construção civil, onde muitos trabalhadores já foram alfabetizados. Durante a apresentação da semana municipal de luta contra o analfabetismo, a secretaria de educação apresentou uma parceria de sucesso com a concessionária Aeroportos Brasil. Três turmas formadas por trabalhadores das obras de ampliação de Viracopos foram alfabetizadas.

 

Compartilhe!

Pesquisar

PODCASTS

Mais recentes

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Veja também

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.