Pedido de recuperação judicial do Hopi Hari é negado e parque afirma ter novo investidor

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O pedido de recuperação judicial do Hopi Hari foi negado pela 2ª Vara Cível de Vinhedo. A juíza que analisou o pedido, Euzy Lopes Feijó Liberatti, informou que negou o pedido porque as medidas solicitadas não se mostraram pontuais, nem provisórias e não contam com o respaldo da lei. A dívida do parque ultrapassa os U$ 329 milhões, o que dificultava o acesso às linhas de crédito.

A situação do parque se agravou em 2012, quando uma adolescente morreu depois de despencar de um dos brinquedos. Desde então, o fluxo de pessoas no local teria diminuído consideravelmente. O pedido de recuperação judicial foi enviado no dia 24 de agosto, também na segunda vara cível de Vinhedo. A assessoria de imprensa do Hopi Hari informou que o parque tem um novo investidor, mas não deu detalhes da negociação.  O parque aguarda o término da análise da documentação protocolada e outros assuntos técnicos, quando então o Juiz deve deferir o processamento. O Hopi Hari segue fechado e informou ainda que trabalha nas datas de abertura e que vai informar assim que tiver o planejamento completo.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Itens relacionados