Cohab reduz número de funcionários comissionados

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Companhia de Habitação Popular, a  Cohab de Campinas, terá que reduzir número de funcionários comissionados.

A medida foi determinada pelo Juiz Mauro Fukumoto, da 1ª Vara da Fazenda Pública da cidade, que  acatou  uma ação movida Ministério Público.

Segundo o magistrado, a empresa deve extinguir até a primeira semana de maio os cargos de assessor administrativo (níveis I, II e III), assessor técnico (níveis I, II, III e IV), assessor jurídico (níveis I e II) e assessor de imprensa.

Para o Juiz,  os atos que criaram os postos são inconstitucionais, porque as “atividades não são de assessoria, mas técnicas, burocráticas ou administrativas.

Na lista disponível pela Cohab em site oficial, 22 profissionais ocupam os cargos mencionados.

Ainda  cabe  recursos a  Cohab.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos