Região de Campinas tem três mortes confirmadas por febre amarela

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Autoridades de Saúde de Amparo e Monte Alegre do Sul confirmaram nessa sexta-feira a morte de dois homens vítimas da febre amarela. O primeiro caso foi de um morador de cerca de 60 anos, que residia na zona rural de Amparo.

De acordo com informações da assessoria de imprensa do município, porém, o caso ainda é investigado para concluir se ele contraiu a doença na própria cidade ou em Minas Gerais já que ia com frequência para a região para pescar.

Um segundo caso também é de um homem que morreu em Valinhos depois de começar a sentir os sintomas da doença em Monte Alegre do Sul. Nesse caso, ele já tinha passado por outras cidades do Rio de Janeiro antes de chegar em Monte Alegre. Com os sintomas manifestados ele acabou sendo transferido para Amparo e depois para Valinhos, município onde seu quadro evoluiu para o óbito.

Na quarta-feira, dia 5, a Secretaria de Estado da Saúde confirmou o 1º caso autóctone de febre amarela na região de Campinas. Trata-se de uma mulher de 40 anos, contaminada no bairro Girardelli, em Monte Alegre do Sul. Ela passa por tratamento mas seu quadro de saúde evolui bem.

A primeira morte na região de Campinas foi registrada em uma mulher de 47 anos, moradora de Paulínia, que havia sido contaminada em Minas Gerais. Ela morreu em 24 de janeiro, no Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também