Servidores municipais de Nova Odessa rejeitam proposta da Prefeitura e seguem em greve

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Os servidores municipais de Nova Odessa decidiram recusar a proposta da prefeitura, e continuar com a greve, que teve início na última quinta-feira. A decisão unânime foi tomada em assembleia dos servidores realizada na manhã desta terça-feira, segundo o sindicato da categoria.

A proposta da Prefeitura, rejeitada pelos servidores, era de reajuste salarial de 4,7% de forma parcelada, sendo 1% retroativo a março, mais um 1% em setembro e outros 2,7% em dezembro. A cesta básica teria aumento de 6,1%, passando de R$ 405 para R$ 430, e a cesta de Natal subiria 290%, passando de de R$ 110 para R$ 430 reais. A categoria pede reajuste de 5% não parcelado, e aumento de 18% no vale refeição.

Desde sexta-feira uma liminar obriga a categoria a manter 50% dos serviços funcionando, sob pena de multa ao sindicato no valor de R$ 1 mil por trabalhador que não ocupar o posto. A educação tem sido a área mais afetada pela greve, segundo a Prefeitura e o Sindicato. Uma audiência entre representantes das partes está marcada para esta tarde no Tribunal Regional do Trabalho, em Campinas.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também