Pacientes de outras cidades elevam os atendimentos na ortopedia do Hospital Estadual de Sumaré

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O Hospital Estadual Sumaré, administrado pela Unicamp, está com os atendimentos sobrecarregados no setor de ortopedia. O principal motivo é a falta de atendimento especifico em municípios vizinhos. Com o aumento na demanda os  maiores prejudicados acabam sendo os pacientes de alta complexidade. A demora nos casos mais complexos, que era de no máximo uma semana, está sendo agora de 15 a 20 dias. Segundo a direção da unidade, nos últimos três anos, o hospital tem realizado em média 50% a mais de procedimentos ortopédicos de menor complexidade que poderiam ser tratados em hospitais de origem. O hospital, tem uma meta acertada com a Secretaria de Estado da Saúde de realizar cerca de 115 cirurgias ortopédicas de média e alta complexidade por mês. Para se ter uma ideia da demanda, nos cinco primeiros meses desse ano, foram realizados 816 procedimentos, sendo que deste total , 472 poderiam ter sido realizadas em hospitais de menor complexidade.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também