Ouça ao vivo

Funcionários do Hospital Ouro Verde protestam contra falta de condições de trabalho, em Campinas

Foto: Valéria Hein

O Sinsaúde organizou um protesto na manhã dessa terça-feira de funcionários do Hospital Ouro Verde, em Campinas, contra a falta de pagamento dos funcionários demitidos.

A Organização Vitale, terceirizada responsável pela gestão do Hospital Ouro Verde, deve R$ 10 milhões aos funcionários que tiveram o contrato rescindido.

O Diretor do Sinsaúde, Paulo Sérgio Pereira da Silva cita ainda a falta de recolhimento do FGTS e do pagamento das férias e cobra da Prefeitura um posicionamento.

Não há prejuízo ao atendimento da população. Mas, o sindicato promete uma greve daqui 10 dias, caso a empresa terceirizada e a prefeitura não apresentem uma solução para o problema.

Compartilhe!

Pesquisar

PODCASTS

Mais recentes

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Veja também

Pais de alunos denunciam condições de creche usada emergencialmente em Campinas

Pais de alunos denunciaram ao Grupo EP, energia elétrica prejudicada, água imprópria para consumo e falta de gás no Centro de Educação Infantil Campo Florido II, em Campinas. De acordo com a prefeitura, a unidade está sendo usada emergencialmente para atender 295 crianças da escola Domingos Walter Schmidt durante obras. Os locais ficam a 800 metros de distância.

Reportar um erro

Comunique à equipe do Portal da CBN Campinas, erros de informação, de português ou técnicos encontrados neste texto.