Governo do Estado adia licitação das obras das barragens de Pedreira e Amparo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Barragens serão construídas em Amparo e Pedreira (Foto: Leandro Las Casas)

O Governo do Estado adiou a licitação para as obras de construção das represas de Amparo e Pedreira. Em visita à Campinas no domingo, 17 de setembro, o Governador Geraldo Alckmin declarou que os envelopes das concorrentes para as obras das barragens seriam abertos na sexta-feira, 22 de setembro.

Porém, a empresa Camargo Corrêa Infraestrutura S/A impetrou ação contra o edital no Tribunal de Contas do Estado. Com isso, o DAEE (Departamento de Água e Energia Elétrica), teve de adiar o processo, como explica o superintendente Ricardo Borsari. “Ao longo do processo licitatório as empresas fazem perguntas para esclarecer pontos relativos ao projeto. Mais de 200 empresas retiraram os editais, e a que entrou com recurso no Tribunal de Contas para que fosse cessado o processo e obter novas informações foi a única”

Ainda não há uma nova data estimada para a licitação, pois isso depende também de prazos do tribunal de contas. Apesar dessa indefinição, o superintendente do DAEE acredita que o processo licitatório possa ser concluído até dezembro, e a ordem de serviço ser expedida ainda neste ano.

A estimativa é que as obras sejam concluídas 30 meses após o início. Seguindo a perspectiva de Borsari, isso ocorreria no segundo semestre de 2020. Apesar disso, e da intensa estiagem registrada no inverno deste ano, ele acredita não haver riscos para o abastecimento da região nos próximos anos. “Temos uma situação mais no (reservatório) Cantareira bem mais cômoda em relação aos anos anterior, e vamos conseguir superar isso (…) não deveremos ter tantas restrições de abastecimento como já tivemos”.

A estimativa é que sejam investidos R$ 782 milhões nos reservatórios, sendo r$ 664 milhões exclusivamente nas obras. Os reservatórios visam garantir a segurança hídrica na região ao longo das próximas décadas.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também