Floreiras se tornam espaço para lixo em Campinas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O projeto de paisagismo na Glicério no centro de Campinas ganhou outra finalidade. Nas floreiras distribuídas ao longo da avenida, os vasos se tornaram lixeiras.

É isso mesmo, junto ao cascalho que forra os espaços onde árvores foram plantadas, lixo – desde papel de bala até copos plásticos descartáveis. De bitucas de cigarros a cascas de banana.

Rose Cordeiro lamenta. Alguns vasos estão ao lado de containers para lixo.

Para Eliezer Garcia a prefeitura também tem responsabilidade e podia ter planejado melhor o paisagismo na Francisco Glicério. Há espaços em que não há os containers e nem lixeiras.

Marilene Cervantes ressalta a importância da limpeza do centro de forma geral.

Em nota, a prefeitura disse que faz a retirada do lixo das floreiras junto à a limpeza nas ruas do centro e reforça que é preciso conscientização das pessoas para que não joguem lixo irregularmente, dizendo que essa prática só prejudica as árvores e, consequentemente, os cidadãos. Não respondeu sobre a falta de lixeiras em alguns locais.

O projeto de paisagismo da Glicério foi financiado por uma construtora, que cumpriu Termo de Ajustamento de Conduta e Termos de Compromisso Ambiental, definidos pelo Ministério Público em razão de obras anteriores. O custo total da implantação é de R$ 338 mil.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
INVESTIGADOS
0
CONFIRMADOS
0 0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também