Amparo investiga a primeira morte por febre amarela na cidade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Uma fotógrafa de 29 anos morreu no Hospital de Clínicas da Unicamp, em Campinas, com suspeita de febre amarela. A afirmação foi feita nesta segunda-feira, pela Prefeitura de Amparo, cidade onde ela morava. O resultado só será conhecido após as analises do Instituto Adolfo Lutz. De acordo com a prefeitura a fotografa não tomou a vacina contra a doença , pois havia feito um transplante de rim e isso a impossibilitava. Ela teria sido infectada durante viagens que fez a Monte Alegre do Sul, onde três pessoas morreram em decorrência da febre amarela. O óbito ocorreu no sábado e o corpo foi sepultado no último domingo , no Cemitério Municipal de Amparo. Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura 90% da população de Amparo está imunizada contra a doença e o governo intensificará as ações para elevar o índice.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também