Doria diz mirar voto de mulheres e foca debates

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O candidato ao governo de São Paulo pelo PSDB, João Doria, quer centralizar a campanha nas mulheres, com maioria indecisa, e definidas por ele como o grupo que vai decidir as eleições.

Durante visita a Campinas, o tucano também comentou as pesquisas de intenção de voto, negou estar atrás de Paulo Skaf, do MDB, e aposta no enfrentamento direto em dois debates na TV.

O ex-prefeito da Capital Paulista esteve na sede do Instituto Padre Haroldo, ONG que acolhe e recupera dependentes químicos e promove programas de trabalho e renda e de prevenção.

Além dos diretores da organização, representantes da Federação Brasileira de Comunidades Terapêuticas também participaram do encontro e da conversa com o candidato.

Depois da reunião, Doria alegou que quer continuar apoiando as instituições e que pretende usar o modelo de atuação como um dos pilares do combate às drogas em todo o estado.

O político do PSDB prometeu ainda fazer uma “gestão descentralizada”, que também definiu como “municipalista”, expandindo as conversas com os prefeitos dos 645 municípios.

Além de Campinas, a agenda de João Doria nesta sexta-feira envolveu ainda visitas a outras três cidades: Itu, no período da manhã, e Franco da Rocha e Francisco Morato, no final da tarde.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos