Prefeito de Nova Odessa defende barragens na região

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Para o prefeito de Nova Odessa e presidente do Consórcio PCJ, Benjamin Bill Vieira, do PSDB, os questionamentos sobre a construção das barragens de Pedreira e Amparo não levam em conta o tipo e a importância das duas obras.

Os empreendimentos geraram discussões após o rompimento da barragem de rejeitos em Brumadinho, Minas Gerais, em janeiro. A de Pedreira, inclusive, foi embargada pelo prefeito da cidade, Hamilton Bernardes, do PSB, em fevereiro.

Entre os argumentos para o decreto, estava a preocupação do Executivo Municipal e da população com uma possível tragédia. Mas para Bill, além de importantes para a região, os reservatórios são diferentes do que se rompeu.

O embargo em Pedreira gerou outras reações. O secretário estadual de Infraestrutura e Meio Ambiente, Marcos Penido, que responde pela construção, por exemplo, saiu em defesa do empreendimento e garantiu a segurança.

Apesar do decreto, as obras do Departamento de Água e Energia Elétrica foram retomadas em março. Para o DAEE, o município não tem poder de veto. A Prefeitura, porém, promete enviar uma representação ao Ministério Público.

Enquanto a questão deve ser levada à Justiça, o prefeito de Nova Odessa e presidente do Consórcio das Bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, Benjamin Vieira, insiste nos argumentos de que as obras são fundamentais.

Ao contrário de Pedreira, a represa de Amparo não deve sofrer embargo. A garantia é do prefeito, Luiz Jacob, do PSDB. Os trabalhos na cidade ainda não começaram, pois aguardam a licença emitida pela Agencia Nacional de Águas.

O Chefe do Executivo explicou que acompanha o desenvolvimento do projeto do Governo do Estado e diz que confia nas justificativas de garantias de segurança hídrica para uma população estimada em cinco milhões de habitantes da região.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também