Para Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado SP, gestão da segurança pública piorou com Governo Dória

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Durante a 99ª Reunião Ordinária do Conselho Municipal de Segurança Pública de Campinas, a delegada Raquel Kobashi Gallinati, presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo, afirmou que o Governo Doria nada fez até agora para solucionar o problema do sucateamento da Polícia Civil. Segundo Raquel, o atual governador promete muito, mas em ações práticas e concretas, nem ao menos sinalizou para uma solução. Ela afirma que a opção do atual Governo tem sido para ações populistas, como a ampliação do horário da Delegacia da Mulher para 24 horas, por exemplo, sem oferecer condições para a implantação dessas mudanças, sobrecarregando os policiais civis.

Raquel Kobashi Gallinati cita ainda as péssimas condições das viaturas, prédios sucateados e falta de munição. Em Campinas, o déficit é de 221 Policiais. Foram apresentados dados que apontam que mais de 50% dos policiais civis do Estado trabalham sem colete balístico. Ou seja, são 13 mil coletes para 28 mil Policiais no Estado. A Promotora de Justiça, Cristiane Hillal, informou que atual situação levou o Ministério Público promover uma ação civil pública contra o governo do Estado sobre a estruturação da Polícia Civil.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública do Estado informou que  que estão em andamento concursos para a contratação de 2.750 novos agentes, entre delegados, escrivães e investigadores. A recomposição do efetivo é uma meta do governo, diz a nota. Novos concursos serão abertos, conforme a disponibilidade de recursos e o objetivo é que eles ocorram anualmente. O Departamento de Administração e Planejamento da Polícia Civil já iniciou um programa para reformas e modernização dos distritos policiais e estão em curso licitações para a compra de 8.239 coletes balísticos, 3.740 pistolas semiautomáticas e 580 carabinas. Além de mil coletes balísticos, fruto de uma parceria com o Senasp, que serão distribuídos aos policiais civis.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos