Câmara de Campinas fecha o cerco contra o cerol

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Câmara Municipal de Campinas quer fechar o cerco contra o cerol, material utilizado para fazer linha cortante.

Um requerimento do vereador Marcelo Silva, apresentado na sessão ordinária, desta segunda-feira, pede que o prefeitura fiscalize com mais rigor quem fabrica, vende e usa o cerol.

Dentro do conjunto de Leis que foram aprovadas em Campinas, já existe uma que proíbe o uso do artefato.

A nova proposta apresentada pelo vereador, Marcelo Silva, quer saber quais as medidas práticas o poder executivo tem adotado. A ideia segundo o parlamentar não é só punir mas conscientizar.

A Guarda Municipal de Campinas já realiza ação preventiva contra o uso do cerol através do Projeto Integração, PROIN, a Oficina de Pipas.

A atividade visa informar pais e filhos sobre os riscos de acidentes envolvendo cerol, linha chilena, lajes e redes elétricas e também esclarece quanto às leis em vigor.

No ano passado, no período de janeiro a 31 de julho foram registradas em Campinas 45 ocorrências envolvendo cerol. Já neste ano o número registrou uma pequena queda. Até o dia 17 de julho, foram 33 ocorrências.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

FEAC participa do Dia de Doar

O Brasil celebra nesta terça-feira, dia 1º de dezembro o Dia de Doar. O evento é uma versão nacional de uma campanha global que tem