Morte do prefeito Toninho completa 18 anos sem solução

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Nesta terça-feira, 10 de setembro, completou-se 18 anos do assassinato do prefeito de Campinas Antônio da Costa Santos, o Toninho. 

 

O Chefe do Executivo foi morto em 2001, nesta data, na Avenida Mackenzie, próximo ao Shopping Iguatemi Campinas. 

Naquela noite, Toninho saiu da prefeitura e foi até o Shopping pouco antes das 22h. Momentos depois, foi baleado e morreu. 

Segundo a investigação da Polícia Civil, ele teria sido morto por atrapalhar a passagem de um carro com criminosos em fuga pela Avenida Mackenzie. 

O traficante e sequestrador Andinho chegou a ser acusado pelo crime, mas a Justiça acreditou que não havia indícios e determinou que as investigações fossem retomadas, em 2011. 

Neste domingo será realizada uma missa na Igreja Nossa Senhora Aparecida, Às 19h. O endereço é Rua Arlindo Joaquim de Lemos, 1110, no Jardim Proença, em Campinas.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

CBN Campinas

99,1 FM

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Restaurantes em Campinas cumprem medidas

A Força-Tarefa Covid-19 coordenada pela Vigilância Sanitária, do Departamento de Vigilância em Saúde de Campinas realizou nesta quarta-feira mais uma ação integrada em restaurantes da