Pai e filho são condenados a 13 anos de prisão por assassinato em Americana

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Dois homens, de 25 e 56 anos, foram condenados a 13 anos de prisão por um assassinato cometido em Americana em 2017. Eles são pai e filho, e a vítima era a sogra do condenado mais jovem.

A pena é composta de 12 anos em regime fechado e um em regime aberto para ambos. A sentença foi dada nesta terça-feira, no Tribunal do Júri de Americana. A audiência durou quase 12 horas. O pai poderá recorrer em liberdade, o que não se aplica ao filho, condenado como o autor do homicídio.

O crime ocorreu em outubro de 2017. O homem de 25 anos teria se desentendido com a ex-companheira. A mãe dela então foi até a casa dele, teria tentado agredir o ex-genro com um pedaço de pau, e acertou um tapa no rosto dele.

Ele portava uma arma de fogo, e acabou disparando contra a ex-sogra logo após a agressão. O tiro acertou o tórax dela. Em seguida, ele levou a mulher, de carro, até uma ponte sobre o Rio Piracicaba. O pai dele o acompanhou em outro carro. Lá, a mulher foi atirada ainda viva nas águas do rio.

Pai e filho foram condenados a 12 anos de prisão em regime fechado por homicídio, e a um ano em regime aberto por coação, pois eles ameaçaram uma testemunha do crime.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

CBN Campinas

99,1 FM

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também