Câmara vota criação de fundo financeiro sem a sociedade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto : Flávio Botelho

A Câmara de Campinas vota, nesta segunda-feira, a criação de um fundo financeiro que não terá a participação da sociedade na gestão do que for arrecado.  Aprovado em primeira discussão, por 22 votos contra apenas 3 contrários, o projeto de Lei Ordinária, do prefeito Jonas Donizette, vai criar o Fundo Municipal de Desenvolvimento da Mobilidade Urbana, sem ter passado por consulta pública, além de ter excluído a participação do Conselho Municipal de Transportes.

Aquisições de material, contratação de estudos e de pesquisas, investimento em infraestrura urbana e custeios diversos terão o aval somente de membros da administração pública, direta e indireta. Todos os recursos arrecadados do Fundo deverão ser aplicados no desenvolvimento e implantação de ações do Plano de Mobilidade Urbana e Plano Viário de Campinas.

A ideia original deste Fundo foi do ex-secretário de Assuntos Jurídicos, Silvio Bernardim, réu no caso do Hospital Ouro Verde, que gerou um prejuízo de mais de R$ 40 milhões para o os cofres da Prefeitura Municipal de Campinas. Os vereadores que votaram contra o projeto são Marcelo Silva, Vinicíus Gratti e Tenente Santini.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos