Com segunda maior tarifa, Campinas é 14ª em saneamento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Campinas saiu da posição 18 na lista anterior e aparece como a 14ª do País no último Ranking de Saneamento Básico, que usa dados de 2017. O município, porém, é o segundo com a maior tarifa entre as 20 primeiras colocações.

O pesquisador do Instituto Trata Brasil, Pedro Scazufca, explica a melhora na classificação entre as 100 cidades, feita com base no Sistema Nacional de Informações de Saneamento, do Ministério do Desenvolvimento Regional.

Na comparação com a média nacional, os resultados são chamativos. No índice de abastecimento de água, por exemplo, alcança 98%. No de atendimento e esgotamento sanitário, 94%. Mas Scazufca elege o de perdas como destaque.

Ao contrário da maioria dos municípios, com poucos avanços para que o Brasil atinja as metas da ONU para saneamento básico, Campinas figura na ponta de cima, principalmente em itens como arrecadação, investimento e tarifa.

Nos últimos cinco anos, a Sanasa, responsável pelo serviço de tratamento e distribuição na cidade, embolsou R$ 3,7 bilhões, terceiro maior montante do ranking e inferior apenas ao total da Capital Paulista e de Curitiba, no Paraná.

No mesmo período, a aplicação em melhorias chegou a R$ 549 milhões, a quarta maior, atrás de São Paulo, Goiânia e Curitiba. Mas na relação das cobranças médias ao consumidor, só a capital de Goiás supera Campinas.

Enquanto a líder no quesito cobra R$ 5,55 por metro cúbico, o município cobra R$ 5,23. Questionado se o valor é muito alto, o pesquisador do Trata Brasil pondera que a comparação precisa levar em conta as diferenças de cada local.

A lista elaborada pelo Instituto Trata Brasil reúne ainda as notas dadas conforme avaliação de todos os dados considerados. Enquanto a líder geral do ranking, Franca, no interior de São Paulo, teve 9,82, Campinas recebeu 8,47.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos