Crise na Argentina derruba vendas e empregos na indústria

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A crise econômica na Argentina desencadeou demissões na industria da Região Metropolitana de Campinas, a RMC. Em setembro, 250 industriários perderam o emprego. O reflexo da crise no país vizinho vem sendo registrado desde agosto quando foram fechadas 1650 vagas. De acordo com o Diretor Titular em Exercício do Ciesp Regional , José Henrique Toledo Correia, a Argentina é a segunda maior compradora dos produtos fabricados na região e com a crise as vendas despencaram, e consequentemente as industrias foram obrigadas a se readequarem.

Na opinião do diretor do Ciesp Campinas, a possibilidade real da oposição ganhar as eleições presidenciais na Argentina, deve aumentar ainda mais a crise e com isso a industria da RMC terá que buscar novos mercados.

Apesar da crise na Argentina ter afetado diretamente o emprego na industria regional os fatores políticos interno no Brasil também foram responsáveis pela  redução na taxa de emprego. Para se ter uma ideia,  no acumulado de janeiro a setembro,  4.150 trabalhadores da industria perderam o emprego. Para retomar os empregos perdido o Diretor do Ciesp,  José Henrique Toledo Correia, aposta nas reformas da previdência e tributária.

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Itens relacionados