Em outra apresentação fraca, Guarani empata em Sorocaba

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A exemplo das derrotas para Botafogo e Cuiabá, o Guarani fez uma partida muito ruim e ficou apenas no empate com o São Bento, lanterna da Série B, 0 a 0, em Sorocaba.

O técnico Thiago Carpini escalou a equipe com a entrada de Jeferson Paulino no lugar de Klever e também Marcelo na vaga de Felipe Guedes.

O zagueiro Luiz Gustavo foi vetado de última hora e foi substituído por Bruno Silva.

Com 20 minutos de jogo, Igor Henrique, que voltava ao time após lesão, saiu contundido.

O gol do Guarani nasceu após uma falha bisonha do zagueiro Joilson, aos 21 minutos da segunda etapa. O atacante Davó aproveitou o erro e abriu o placar.

Nem deu tempo de comemorar. Três minutos depois, Paulinho Bóia passou fácil por Felipe Guedes e Filipe Cirne, tabelou com Rodolfo e cara a cara com Jeferson empatou a partida.

Resultado ruim para o Guarani que segue a apenas 4 pontos da zona de rebaixamento e tem na sequência Sport, Bragantino e Ponte Preta.

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
INVESTIGADOS
0
CONFIRMADOS
0 0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Jogadores da Ponte seguem treinando via videoconferência

Sem previsão de volta ao futebol devido ao aumento da pandemia do novo coronavírus, os jogadores da Ponte Preta seguem em um ritmo forte de treinamentos físicos  através de videoconferência com o preparador físico do clube Juvenilson Souza.

Ex-campeãs da F1 vivem crise financeira

Duas das equipes mais tradicionais da Fórmula 1 e intimamente ligadas à história dos pilotos brasileiros atravessam crise financeira antes do início da temporada 2020, adiado por causa da pandemia do novo coronavírus. Por isso, mudanças devem acontecer. A Williams, por exemplo, sete vezes campeã mundial de pilotos e nove vezes de construtores, acumulou prejuízos de R$ 86 milhões em 2019.