PF faz operação contra câmbio ilegal em Bragança Paulista

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Delegado da PF, André Ribeiro, e Chefe da Delegacia de PF de Campinas, Edson de Souza, durante coletiva - Foto: Guilherme Pierangeli

Equipes de Campinas da Polícia Federal deflagraram na manhã desta terça-feira (8) a Operação “Cambiolândia”, que visa desativar uma instituição financeira clandestina na cidade de Bragança Paulista.

Os criminosos operavam uma casa de cambio nos fundos de um antigo estabelecimento comercial, comprando e vendendo moeda estrangeira, e realizando operações de crédito a juros, sem autorização do Banco Central. O nome da operação faz referência ao nome da antiga loja que funcionava no prédio, e que segue na fachada: Pneulândia.

Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão no local de funcionamento da casa de câmbio ilegal, e também nas residências dos proprietários. O Delegado da Polícia Federal em Campinas, André Ribeiro, dá detalhes da operação. “O fluxo de movimentação financeira vinha ocorrendo, troca de câmbio, troca de cheques, cumprimos mandado de busca e apreensão e ao adentrar lá identificamos realmente toda a configuração de uma agência bancária funcionando na clandestinidade, sem qualquer controle do Banco Central, sem qualquer fiscalização.”

A casa de câmbio clandestina funcionaria há pelo menos uma década. A operação apreendeu diversas moedas no local, cujo valor convertido ultrapassa R$ 100 mil. Além do dinheiro, também foram apreendidos cheques, celulares, um carro de luxo, dados financeiros, e uma arma que está com o registro vencido.

Ninguém foi preso nesta etapa da investigação. “A gente vai continuar a investigação, aprofundar a questão da lavagem, pois essas instituições são utilizadas para lavar o dinheiro de terceiros, nós precisamos entender ainda a quem ela servia. Muito volume de cheques de terceiros a ser analisado pela nossa inteligência.

Os envolvidos irão responder por crimes contra o sistema financeiro nacional e também por lavagem de dinheiro, e poderão ser condenados a até 14 anos de prisão.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também