Na matemática, as chances de Ponte e Guarani na Série B

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Faltando 9 rodadas para o final da Série B, Ponte Preta e Guarani continuam com objetivos distintos na competição.

Enquanto a Macaca sonha com o acesso, a preocupação do Guarani é quanto ao rebaixamento.

Segundo projeções matemáticas, a equipe que chegar aos 61 pontos garante o acesso. Já 44 ou 45 pontos pode salvar os times da queda para a Série C.

Após 29 rodadas, a Ponte soma 40 pontos e o Guarani 35.

Para o Departamento de Matemática da UFMG, a Ponte Preta tem, neste momento, 4.7% de chances de acesso e o Guarani 9.2% de possibilidade de rebaixamento.

O site www.chancedegol.com.br calcula em 6.2% as chances da Ponte subir e 13.2% as chances do Bugre cair.

Já para o matemático Tristão Garcia do site infobola.com, a Macaca tem apenas 4% de possibilidade de atuar na Série A  do ano que vem e  o Guarani tem 9% de possibilidades de ser rebaixado para a terceira divisão.

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
INVESTIGADOS
0
CONFIRMADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Ponte tem três atletas diagnosticados com covid-19

O Departamento Médico da Ponte Preta já está com os resultados de todos os testes de PCR realizados no último sábado (27) pelos atletas e integrantes da Comissão Técnica para detecção do Coronavírus  (Covid19) e determinou que, inicialmente, cinco atletas e o preparador de goleiros Betão não se apresentarão nesta retomada de atividades do dia 1º .

Ponte divulga nota sobre saída de Roger durante quarentena

A diretoria da Ponte Preta emitiu nota para rebater o comportamento de Roger no último domingo, quando, em quarentena, frequentou um culto religioso. A esposa do atacante já havia testado positivo para a covid- 19 e por isso os cuidados com Roger foram mais específicos.