Professor é indiciado por estupro de sete crianças em Amparo

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Marcos Bueno Ribeiro - REPRODUÇÃO FACEBOOK

O professor de religião acusado de abusar crianças em Amparo foi indiciado por estupro de vulnerável contra sete crianças. Segundo o delegado responsável pelo caso, Fernando Ramon Petrucelli Moralez, nove vítimas foram identificadas na investigação. “Quatro familiares procuraram a delegacia, e as outras vítimas foram identificadas por nosso setor de investigação. Foram instaurados inquéritos referentes à sete das nove vítimas”, explica.

Marcos Bueno Ribeiro, de 41 anos, está preso temporariamente desde 20 de setembro, e foi transferido de Serra Negra para Sorocaba por questões de segurança. A prisão temporária tem duração de 30 dias, mas poderá ser prorrogada, conforme explica o delegado. “Ela vai vencer em 19 de outubro. Nesse prazo o inquérito pode ser concluído, ou se houver necessidade, pode ser solicitada a prorrogação por mais 30 dias. Se não houver mais diligencias a serem feitas, aí vai ser relatado e pedida a conversão da prisão temporária em preventiva”.

Das nove vítimas identificadas pela Polícia Civil, duas teriam sido abusadas na cidade de Monte Alegre do Sul, durante um acampamento organizado pela igreja. Macos Bueno Ribeiro atuava na 1ª Igreja Batista de Amparo evangelizando de crianças e adolescentes . Ele confessou ter abusado de oito crianças e adolescentes. Os crimes ocorreram ao longo dos últimos três anos. As vítimas tinham idades entre oito e 12 anos quando os abusos ocorreram.

*Atualizado às 11h01

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também