Câmara de Campinas é a mais cara do interior do estado

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Segundo levantamento feito pelo TCE, o Tribunal de Contas do Estado, em 644 cidades, a Câmara Municipal de Campinas é a que mais gasta com pessoal e custeio entre todas as casas legislativas do Estado de São Paulo.

O levantamento engloba o período de setembro de 2018 a agosto de 2019. Os dados mostram que a despesa líquida do Legislativo campineiro, com 33 vereadores, foi de R$ 101 milhões. A pesquisa não considerou a ampliação do vale-refeição para os servidores comissionados da Câmara. A medida foi aprovada em maio deste ano e os pagamentos começaram a ser realizados em setembro. O impacto no orçamento é de R$ 3,9 milhões por ano.

A despesa líquida do Legislativo campineiro é bem mais alta do que a Câmara de Guarulhos, que tem um parlamentar a mais. Os gastos da cidade que fica na Grande São Paulo, no período, foi de R$ 97,7 milhões.

Nas ruas de Campinas as opiniões não se divergem. Na opinião da comerciante Sandra Soeiro, o número de vereadores é muito alto. “Eu acho que primeira é ter a redução dos assessores. E cobrar mais, já que é assim tão cara. É reduzir o número dos quadros”.

Para o taxista Francisco Rodrigues de Oliveira, esse número deveria ser reduzido. “Eu acho que tem que reduzir os funcionários deles lá. E tirar vereadores. Acho que 20 vereadores já dava né?”

Os gastos do Legislativo campineiro superam também os de outras grandes cidades do estado, como São Bernardo do Campo e Osasco. O levantamento do Tribunal de Contas do Estado não inclui o Legislativo paulistano, que tem 55 vereadores.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos