Meirelles vê Campinas em rota de tecnologia financeira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Flávio Botelho

O ex-presidente do Banco Central, ex-ministro da Fazenda e atual secretário da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, ministrou uma palestra nesta quinta-feira para executivos da área financeira, professores e estudantes da Universidade Estadual de Campinas, a Unicamp. A palestra, que ocorreu no Centro de Convenções da Universidade, foi organizada pela Federação Brasileira das Empresas de Consultoria. Na pauta, as inovações tecnológicas e regras disruptivas no sistema financeiro nacional.

Henrique Meirelles falou sobre as drásticas mudanças, que já estão alterado os meios de pagamentos, o crédito, o mercado de capitais e, com isso, gerando grande impacto em toda a economia. Segundo ele, o sistema financeiro no País ainda é conservador, mas o cenário vem mudando com o surgimento das fintechs e bancos digitais, que com modelos inovadores facilitam as relações com os clientes e proporcionam taxas de serviços reduzidas.

O ex-ministro acredita que nos próximos 10 anos as agências bancarias físicas serão reduzidas e deverão existir apenas para dar apoio aos clientes. Para ele, atualmente o risco dos bancos digitais diz respeito à segurança das informações. “A segurança da informação é fundamental. Essa é a grande preocupação e o grande desafio no sistema financeiro digital”, opina.

De acordo com Henrique Meirelles, diante das perspectivas, o Governo do Estado já vem tomando providências para fomentar o setor: uma área na Capital Paulista já está reservada para a criação de um Centro tecnológico para o desenvolvimento de fintechs e a região de Campinas também está nos planos. “É muito importante porque São Paulo é centro financeiro do País, é o maior mercado consumidor e tem condições de sediar esse mercado. Grande parte das fintechs está no estado e haverá incentivo para o desenvolvimento”, afirma.

Para o Secretário da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, Henrique Meirelles, as universidades são indispensáveis para o desenvolvimento desse novo cenário da economia digital, principalmente na pesquisa e formação de mão obra especializada, pois o nível de qualificação técnica é fundamental.

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também