Carteirinhas digitais serão lançadas nesta segunda

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Divulgação/ Ministério da Educação

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, confirmou que as carteirinhas estudantis digitais serão lançadas nesta segunda-feira, dia 25. A ID Estudantil será gratuita e permite meia-entrada em locais de todos os estados brasileiros. Durante entrevista concedida à Rádio CBN Campinas, Weintraub fez questão de mencionar que o documento não será mais pago e que a elaboração não ficará mais a cargo da União Nacional dos Estudantes, mas sim do próprio ministério.

O app ID Estudantil poderá ser baixado no Google Play e Apple Store e vai usar o cadastro dos alunos feito por escolas e universidades.  Atualmente, o ministro diz possuir os dados de um milhão de estudantes, mas o número deve crescer. “Não mandem mais o seu dinheiro suado para a UNE. No seu celular, pega o aplicativo que não tem que pagar nada. Vai custar R$ 0,17 para o orçamento do MEC. Ao contrário dos cerca de R$ 50 que eram pagos para a UNE”, afirma.

Se a instituição não estiver cadastrada, Weintraub orienta que os alunos informem a direção. Caso a pessoa queira o documento físico, a promessa é que um contrato será firmado com a Caixa para a confecção gratuita da carteirinha.

A conversa na qual revelou o lançamento da nova carteirinha aconteceu após a confirmação de que Campinas será a única cidade paulista a ter o projeto-modelo de escola cívico-militar aplicado em uma unidade da rede municipal. Questionado sobre os motivos que fizeram o município ser escolhido para receber o programa, o ministro da Educação cita os militares reservistas residentes, mas justifica que os escolhidos vão passar por uma qualificação.

“Por isso tem que ter uma quantidade grande de militares morando na região: pra gente selecionar os mais capacitados. Quanto maior a formação acadêmica, facilita. Mas todos vão passar por um treinamento antas das aulas”, informa.

Entre os pontos que serão focados nos cursos de qualificação, Weintraub cita o civismo e a disciplina e usa como exemplo as escolas que já possuem gestões cívico-militares no País e que, para ele, estão sempre bem preservadas e limpas.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também