Jonas protocola PL que cria cota racial em concursos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Foi encaminhado à Câmara de Campinas o projeto de lei complementar de autoria do Executivo que estabelece cotas raciais em concursos públicos e processos seletivos na cidade. O texto enviado para votação no Legislativo prevê que o cotista que atingir a nota mínima na prova por alguma vaga municipal prossiga na disputa e passe por uma entrevista presencial.

A secretária de Assistência Social, Eliane Jocelaine Pereira, explica que a proposta reserva aos negros 20% das oportunidades oferecidas para cargos efetivos e empregos públicos. Defendendo a necessidade da reparação histórica devido à desigualdade racial, afirma que o projeto foi elaborado para garantir a aprovação com base nas notas e ainda evitar a chance de fraudes.

O prefeito Jonas Donizette, do PSB, também saiu em defesa da medida e se amparou no parecer do ministro relator do assunto no Supremo Tribunal Federal, Luís Roberto Barroso. Em 2017, o ministro votou pela constitucionalidade da reserva de cotas para negros em concursos federais e foi seguido pelo plenário. Por isso Jonas acredita na aprovação em Campinas.

A proposta é resultado do trabalho de uma comissão formada por funcionários de carreira da Prefeitura. Por se tratar de um projeto de lei complementar, precisa de 17 dos 33 vereadores favoráveis.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos