MP recomenda manutenção de salas do EJA em Campinas

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A promotoria da infância e juventude, recomendou que secretaria de educação de Campinas não promova o fechamento de salas do curso de Educação de Jovens e Adultos. O MP também abriu um inquérito civil público para apurar a decisão da administração municipal. O promotor entendeu que a decisão foi tomada sem consultar a comunidade escolar, incluindo alunos, professores e funcionários, e entidades representativas, como os conselhos das escolas.

Além disso, a promotoria teme que a redução no número de salas provoque a superlotação de outras unidades. Desde o anúncio de que iria reduzir em 40% das salas do curso do EJA em Campinas, a prefeitura passou a ser questionada por órgãos e entidades ligadas a área, como a Comissão de Educação e Esportes da Câmara de Campinas. O Ministério Público foi acionado pela vereadora Mariana Conti, do PSOL, que demonstra preocupação com a redução do programa que educa pessoas em todas as faixas etárias. “Essa decisão de fechar as salas é muito séria, porque ela reproduz e reforça desigualdades históricas. Estamos falando de um público que por uma série de fatores, não teve a oportunidade de estudar no ensino regular”, afirma.

Segundo a secretaria de educação, no próximo ano as salas do EJA passarão de 24 para 15 unidades, uma redução de pouco mais de 37%. A escola Dulce Bento Nascimento, no bairro Guará, em Barão Geraldo, teve 50% de redução, por exemplo. Segundo a Prefeitura, os alunos matriculados continuarão sendo atendidos, sem prejuízo aos conteúdos pedagógicos, em salas multisseriadas, onde são trabalhadas na mesma sala de aula mais de uma série do Ensino Fundamental. A prefeitura informou por nota que a Secretaria Municipal de Educação não foi notificada, mas que mesmo assim está a disposição do Ministério Público para prestar os esclarecimentos solicitados.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos