Novas tendências: restaurantes e bares precisam se adaptar à nova realidade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A tecnologia é uma das tendências que estão chegando para dominar definitivamente os restaurantes e bares de todo o mundo.  As novidades recém apresentadas ao mundo em feiras dos Estados Unidos foram apresentadas por especialistas no 3º Encontro de Negócios promovido pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes da Região Metropolitana de Campinas (Abrasel RMC). Com a temática “Tendências do Mercado Food Service”, o evento reuniu proprietários, gerentes e chefs de bares e restaurantes da região de Campinas e outras cidades do interior de São Paulo.

Intensificação das vendas por aplicativos. Substituição de pessoas por máquinas e Inteligência Artificial (IA). Pedidos e pagamentos feitos por novas ferramentas tecnologias como WattsApp, totens e computadores de mesas. Compras em estabelecimentos sem a necessidade de caixas. Pedidos feitos por celulares e retirados em minutos nas lojas. Estas são algumas novidades que já começam a ser implantadas em vários países, inclusive em cidades brasileiras, como Campinas.

“A tecnologia, como auto-atendimento, consumo e postos de antecipação de retiradas, vai vir forte para o Brasil nos próximos anos”, alerta Rafael Mendes, fundador da SW Fest, empresa que desenvolve novas tecnologias de cardápios e formas de pagamento. “Vislumbro um crescimento muito grande do uso da Inteligência artificial, com custo acessível para os estabelecimentos”, disse ele, lembrando que esta tendência é semelhante a que foi implantada pelo setor automotivo há uma década.

Uma das tendências já em curso no setor de alimentação e que deverá ser ampliada é a do pedido e entrega através de aplicativos como Ifood, Uber Eats, entre outros. Mas quem acredita que os aplicativos vão trazer prejuízos para os bares e restaurantes, Mendes citou números que provam o contrário: 86¨% das pessoas acreditam que o aplicativo reduz tempo de atendimento e conversão; 93% das pessoas acreditam que eles trazem impacto favorável como fidelização, aumento de vendas e visitas aos estabelecimentos;  76% dos consumidores tomam decisões de compra ou visita na última hora; as vendas através de Delivery devem aumentar 77% até 2022. “Os números mostram que as vendas reais com as novas tecnologias cresceram”, afirma Mendes.

O executivo revelou que outra tendência para o setor será u uso cada vez maior de máquinas e robôs, desde a recepção do cliente até a entrega de produtos, especialmente em hotéis, no período da noite. Estas mudanças, já fortes nos Estados Unidos e que devem chegar em breve no Brasil, visam redução de custos com mão de obra.

Ele cita, como exemplos, lojas da rede Mc Donald’s nos Estados Unidos, que estão substituindo atendentes por totens de auto-atendimento. Outro exemplo são os hotéis, que no período noturno já utilizam robôs para entrega de pedidos nos quartos.

Outra novidade, esta já em fase de testes no Brasil, na cidade de Campinas, são tecnologias para pagamento de contas via WattsApp. Um desktop disponibilizado na mesa do bar ou restaurante permite que o cliente peça e receba sua conta pelo aplicativo, onde é feito o pagamento através do reconhecimento facial da pessoa. Tudo isso em poucos minutos e sem a necessidade de o garçom levar a conta em papel na mesa.

A compra de produtos sem precisar sacar cartão ou dinheiro da carteira para efetuar o pagamento também é outra tendência para o setor. Sensores espalhados pela loja possibilitam que o produto seja incluso na conta do cliente automaticamente, sem necessidade de passar por um caixa. Assim que ele cruza a porta, recebe uma mensagem em seu telefone com todos os itens comprados, valor gasto e debitado em sua conta bancária.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos