Suspeitos de roubo em Viracopos são detidos em Caruaru

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Polícia Federal em Campinas deve ouvir, ainda esta semana, os dois homens detidos em Caruaru, no último domingo, e suspeitos de participarem do assalto a uma empresa de transporte de valores no Aeroporto de Viracopos em Campinas, no último dia 17 de outubro.

Eles devem ficar presos já que passaram por audiência de custódia em Pernambuco e tiveram as prisões confirmadas.

De acordo com informações repassadas pela PF, antes de serem presos, Anderson Struziato dos Santos, de 31 anos, e José Edmilson da Silva Viana, 44, estavam escondidos próximo da Feira da Sulanca, na Capital do Agreste. 

Além do assalto em Campinas, a dupla é suspeita de participar de um assalto a uma empresa de transporte de valores na cidade paraguaia de Ciudad del Este, em abril de 2017 além de outros crimes contra agências bancárias e transportadoras em São Paulo. 

Segundo a PF, os dois são ainda suspeitos de latrocínios. Entre os assaltos que podem ter tido a participação dos suspeitos está um que aconteceu em abril de 2016 contra uma empresa de transporte de valores em Santos, no litoral sul paulista. Na ocasião, a  ação criminosa terminou com três pessoas mortas, dois policiais rodoviários e uma pessoa em situação de rua. 

No caso do assalto a empresa de transporte de valores em Viracopos, além dois dois detidos agora, outros três suspeitos foram presos no dia 21 de outubro em um condomínio no Parque Jambeiro, em Campinas. A PF, porém, não informou até hoje se há algum vínculo deles com o crime.

De acordo com a polícia o bando que invadiu o terminal tinha entre 15 e 20 criminosos. Um bandido foi morto na ação.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos