Uso de patinetes e bikes por app é de 49 mil km por mês

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Divulgação

Em sete meses, os usuários de patinetes elétricas e bicicletas compartilhadas pela empresa que atua em Campinas percorreram, em média, 49 mil quilômetros mensais na cidade. Segundo o levantamento, esse número tem se mantido constante. Sábados e domingos são os dias preferidos pelos usuários, liderando o ranking de corridas. Os dados são referentes aos sete primeiros meses do ano e foram encaminhados à prefeitura de Campinas para auxiliar no desenvolvimento de políticas públicas que contribuam com o avanço da mobilidade urbana na cidade. A empresa responsável pelos equipamentos acredita que se colocado em prática, o levantamento pode trazer efeitos benéficos para a mobilidade urbana de Campinas, como o estímulo à criação de estruturas cicloviárias.

Além do detalhamento sobre o uso dos patinetes e bicicletas, o levantamento apontou também a necessidade de melhoria das conexões e conservação das ciclovias nas vias de acesso à Unicamp e, também, dentro da própria universidade, para facilitar o deslocamento entre os prédios do campus. Ou seja, a implantação de infraestrutura nas ruas é essencial para garantir segurança dos usuários e estimular o uso de modos ativos. Durante o período de análise, a prefeitura de Campinas regulamentou o uso de bicicletas e patinetes compartilhados, estabelecendo uma série de regras de segurança que passaram a ser seguidas. Para a analista de relações governamentais e institucionais da empresa que atua em Campinas, Renata Greco, a regulamentação foi importante para estabelecer a atividade no município. Segundo ela, as regras impostas pela prefeitura foram bem aceitas. “Na verdade é uma regulamentação para organização da cidade e que a gente vê como algo positivo para o nosso maker. A ideia é ajudar na mobilidade urbana, mas desde que a cidade esteja organizada também”, afirma.

Ainda de acordo com o levantamento, nos finais de semana há um fluxo grande de viagens de bicicletas nas áreas do Parque Portugal e da Rua Sérgio Buarque de Holanda, na Unicamp, o que aponta uso voltado ao lazer.Já durante a semana, além do Parque Portugal, foi registrada uma forte circulação em Barão Geraldo e em toda região da Unicamp. Nos dias úteis, as quartas-feiras registram o maior volume de viagens, enquanto segundas e terças-feiras são os dias de menor volume. Já os finais de semana apresentam número de corridas mais expressivo, com domingo liderando o ranking.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

HC supera capitais em total de UTIs

A Universidade Estadual de Campinas, a Unicamp, administra neste período de pandemia 140 leitos exclusivos de UTI para Covid-19 e agora se prepara para atender