Alunos veem vestibular da Unicamp difícil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Unicamp encerrou a segunda fase do vestibular e os candidatos avaliaram a prova como difícil. O processo seletivo que começou no domingo e durou dois dias avaliou mais de 12 mil estudantes. Eles fizeram prova de redação, língua portuguesa, literatura, matemática, as interdisciplinares de Ciências Humanas e Ciências da Natureza, além da prova específica relacionada ao curso escolhido. Segundo informações da Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp (Comvest), a prova transcorreu sem nenhum incidente. O índice de abstenção foi de 10,2%, o menor desde 2017.

Quem fez as provas nesta segunda-feira disse que o grau de dificuldade foi bastante elevado. Pedro Aguiar disse que as questões de física foram complicadas, mas acredita que quem estudou tem boas chances de ser aprovado. “Eu achei bem difícil, mas se estudar e se esforçar, dá para passar. Eu achei a prova de física bem complicada, mas também eu não gosto muito da disciplina”, disse. Antônio Vinícius relativizou o grau de dificuldade da prova e acredita que o desempenho vai ser medido pela preparação dos candidatos. Porém, ele não soube dizer se foi bem no vestibular. “Eu achei mais ou menos. Não sei dizer se foi difícil ou fácil. Depende mais se você está preparado. Se eu fui bem na prova? Só esperando o resultado”, afirma.

O diretor da Comvest, José Alves de Freitas Neto, vê com normalidade a avaliação dos alunos sobre o grau de dificuldade da prova. Ele explica que com a nova proposta do vestibular da Unicamp, com provas específicas e mais curtas, as bancas examinadoras puderam exigir mais dos candidatos. “É compreensível que os candidatos tenham tido essa percepção porque ao fazerem as provas dentro das áreas específicas, as bancas se sentiram um pouco mais a vontade para exigir deles. Afinal de contas, uma das nossas tarefas é discriminar quais candidatos apresentam um melhor desempenho”, explica. A primeira chamada será divulgada dia 10 de fevereiro e os convocados deverão efetivar a matrícula não presencial somente no dia 11 de fevereiro, exclusivamente no site da Comvest. Quem não realizar a matrícula virtual ficará excluído das próximas chamadas do Vestibular Unicamp 2020.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também