Com estoque de leite materno muito baixo, Maternidade de Campinas pede doações

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Os estoques do Banco de Leite Humano do Hospital Maternidade de Campinas estão bem abaixo do volume considerado ideal. No momento, estão disponíveis 90 litros, o que representa apenas 45% do volume necessário, de 200 litros, para atender aos 62 leitos dos recém-nascidos internados nas UTI e UCI Neonatais. A situação preocupa o Hospital, que faz um apelo para que as mães que estejam amamentando contribuam com doações.

De acordo com Maitê Galhardo, Nutricionista responsável técnica do banco de leite humano da Maternidade, os motivos para essa baixa nas doações são as férias escolares e as festas de fim de ano. Maitê explica que o leite materno doado é necessário para salvar vidas de bebês prematuros internados.

Para ser doadora é muito simples. Basta que a mulher seja saudável, amamentando o próprio filho e tenha uma produção excedente de leite após a mamada. Além da coleta de mães voluntárias que realizam partos na Maternidade, para abastecer o Banco, o leite materno doado é retirado nas residências das mães. De acordo com Maitê, a mãe só precisa sair de casa para realizar exames de sangue, caso a validade de seis meses tenha vencido. A mulher que puder colaborar, pode fazer o cadastro pelo telefone 3306-6039.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

CBN Campinas

99,1 FM

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Demanda por água, vacina e NBA

Demanda por água deve crescer 11% nos próximos 20 anos somente na Grande São Paulo. Doria promete vacina contra a covid-19 em dezembro. E a

Seis meses da pandemia no Brasil

A pandemia do novo coronavírus completou seis meses no Brasil. Neste período, mais de 116 mil pessoas morreram em decorrência da doença e quase 3,7

Fase verde e leitos de UTI

Com grande parte do estado na fase amarela do Plano SP, começam as especulações de quando as regiões paulistas deverão avançar para a fase verde.