Empresa encerra atividades de patinetes e recolhe bikes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Danilo Braga

A Grow, empresa que disponibiliza patinetes e bicicletas para locação, começou a recolher todos os equipamentos de transporte disponibilizados aos usuários de Campinas e outras 13 cidades. Entre elas, Belo Horizonte, Brasília, Goiânia e Porto Alegre. Nesses locais, as atividades com os patinetes serão encerradas. Já as bicicletas estão temporariamente fora de circulação em todas as cidades e não há informações se voltarão a estar à disposição aos moradores de Campinas. O recolhimento total dos equipamentos deve acontecer até o final de semana.

De acordo com informações da empresa, elas foram recolhidas das ruas para que sejam submetidas a um processo de checagem e verificação das condições de operação e segurança. A informação é de que a prestadora busca parcerias públicas e privadas para fortalecer e expandir sua operação. No comunicado enviado à imprensa, nesta quarta-feira, a Grow anunciou mudanças em suas operações no Brasil. As medidas fazem parte de um processo de reestruturação da empresa, presente em sete países da América Latina.

A decisão foi tomada para que a companhia promova um ajuste operacional e continue prestando serviços de forma estável, eficiente e segura. No comunicado, informa ainda que seguirá operando patinetes em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Nos locais onde deixará de atuar, disse que vai buscar a recolocação no mercado de seus colaboradores.

A Grow é uma holding criada em janeiro de 2019, resultado da fusão entre as empresas de patinetes e bicicletas compartilhadas Grin e Yellow. A chegada dos patinetes elétricos e das bikes em Campinas gerou polêmica e, em junho passado, um decreto municipal regulamentou o compartilhamento dos equipamentos no município, velocidade máxima, áreas de circulação, entre outros assuntos. Na sequência, a Câmara também entrou no tema e um projeto de lei previa que as empresas fornecessem equipamentos de segurança como capacetes, joelheiras e cotoveleiras.

Com relação às pessoas que possuem saldo para a utilização em bicicletas ou patinetes elétricos, a Grow informou que quem tiver adquirido créditos não utilizados terão os valores estornados via cartão de crédito. 

Já os pontos de venda e usuários que não possuem cartão devem entrar em contato com o suporte da empresa para que os valores sejam transferidos. O usuário poderá acionar a equipe de atendimento pelo suporte@ongrin.com

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também