Usuário frequente terá desconto em novos pedágios

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Pedágio de Jaguariúna (Imagem: Google Street View)

Motoristas que passam com frequência pelas três novas praças de pedágio que serão instaladas na região de Piracicaba terão desconto de até 87.7%. A informação foi confirmada pela Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). 

O desconto é gradativo: quanto mais vezes o motorista passar pelo ponto de cobrança no período de 30 dias, maior a redução. O sistema é chamado de “desconto progressivo para usuário frequente”. 

As praças ficarão em trechos entre as cidades de Piracicaba e Panorama, nos 1.273 km de rodovias leiloados pelo governo do estado no último dia 8. 

O valor da tarifa previsto para a Rodovia Hermínio Petrin, por exemplo, está estipulado em R$ 5,02. Porém, que utilizar o pagamento eletrônico vai desembolsar R$ 4,77 na primeira passagem, R$ 4,52 na segunda, R$ 4,27 na terceira, e assim por diante. Na 10ª passagem pela cabine, o pedágio custará R$ 2,90. A tarifa pode chegar a custar R$ 0,96 na 30ª vez que o motorista passar pelo local.

Na praça da SP-304, entre Piracicaba e Águas de São Pedro, o valor integral é R$ 5,64. O desconto será de 5% no pagamento eletrônico, e assim a primeira passagem custa R$ 5,36. Na décima passagem pelo local, o valor cai para R$ 3,91, chegando a custar R$ 1,95 na 30ª vez. 

A tarifa praticada na praça da SP-304, entre Águas de São Pedro e Santa Maria, será de R$ 5,84. Com o desconto, aqueles que utilizarem o pagamento eletrônico, vão pagar R$ 5,55. A 10ª passagem custará R$ 2,95, e na 30ª, passa a custar R$ 0,72. 

Nas três praças, as motocicletas vão pagar metade da tarifa cheia. 

Segundo a Artesp, ainda não há previsão de início da cobrança de pedágio. Antes da cobrança começar a ser feita, a concessionária terá a obrigação contratual de cumprir integralmente as obras previstas no Programa Intensivo Inicial. As intervenções devem durar um ano, a partir do início da operação. 

No último dia 15, moradores dos bairros Santana e Santa Olímpia, em Piracicaba, protestaram contra a instalação de uma praça de pedágio no km 180 da Rodovia Hermínio Petrin. O grupo teme que o bairro se torne rota de fuga do pedágio, já que dá acesso a uma estrada de terra por onde seria possível desviar da praça de cobrança. 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também