Eric Clapton e o seu tributo ao Blues em From The Cradle

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Willie Dickson, um dos maiores compositores de blues de todos os tempos declarou: “ O blues é a raiz, cuidem da raiz  e sempre terão bons frutos “. Eric Clapton, guitarrista inglês que foi considerado pelos fãs o deus britânico da guitarra, sempre cuidou de suas raízes  bluseiras  e segundo ele mesmo já declarou :  “É na fonte do blues que sempre bebo quando sinto necessidade de inspiração “

Fato concreto dessa propensão é o cd From The Cradle, lançado em 1994, onde Clapton nos brindou com os grandes clássicos do Universo do Blues. Nas 16 faixas do cd, o músico visitou todas as variações do gênero e além de tocar com sentimento sua guitarra as suas interpretações foram inspiradíssimas.

Slow Hand, forma como Eric Clapton é chamado pelos amigos, foi também produtor de From  The Cradle, aspecto que deu a ele total liberdade de realização. Eric chamou os músicos que considerava os mais identificados com o projeto e fez de cada faixa uma marca.

Além de fazer sua reverência ao blues e aos grandes bluesman, o guitarrista também nos oferece um registro de qualidade sonora desses clássicos , coisa que nas gravações originais não encontramos. Em From The Cradle percebemos todos os detalhes, nuances das composições dos mestres.

Hoochie Coochie Man, um dos temas mais emblemáticos do gênero, e a principal música do  repertório de Muddy Waters, a composição de Willie Dixon possui os elementos básicos do blues: o misticismo, através da constante referência ao número 7 e as expressões cifradas remetendo a sexualidade, tanto é assim que Muddy Waters era o símbolo sexual bluseiro da cidade de Chicago dos anos 40 e 50.

Eric Clapton,  sempre teve o blues próximo de seu trabalho, porém  na  década de  80 ele esteve envolvidos em projetos menos conceituais e mais comerciais. E com o excelente From The Cradle ele retornou ao gênero que mais se sente a vontade. E o blues só teve a agradecer.

Como vários outros jovens músicos ingleses da década de 60, Eric Clapton descobriu ainda muito cedo essa música negra e genuína que retrata todos os sentimentos de nossas vidas.

 

Confira esta edição 

 

 

entre em contato

musicaecultura@cbncampinas.com.br

produção

Walmir Bortoletto

edição

Paulo Girardi

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

CBN Campinas

99,1 FM

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

O LP que marcou a carreira de Lou Reed

Em 1972 Lou Reed com seu  projeto  solo,  atingiu uma maturidade com o lançamento do seu segundo Lp Transformer . Quem acompanha a fundo a obra desse cantor, guitarrista e compositor diz que nesse projeto ele conseguiu finalmente desenvolver suas ideias.