GM vai controlar entrada de foliões na City Banda

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Danilo Braga

Os quatro acessos disponíveis aos foliões que vão acompanhar o bloco da City Banda, na Praça Arautos da Paz, em Campinas, serão controlados para barrar garrafas de vidro e outros itens. O desfile acontece no sábado, das 13h às 17h. O comandante da Guarda Municipal, Márcio Frizarin, explica que estão vetados instrumentos musicais, caixas térmicas com ou sem bebidas, caixas de som, ou qualquer outro tipo de aparelho sonoro, assim como barracas e tendas.

O monitoramento será feito em conjunto com os agentes da Setec, responsável pelo solo público, e é parte do esquema de segurança definido em conjunto. Ao todo, os 230 GMs serão distribuídos pelas entradas e pelo espaço do evento. “Dividimos em três áreas. A área 1 é onde a Guarda Municipal vai atuar. A área 2 é isolada para acesso dos moradores do bairro. E tem a área 3, que é maior, tem a proibição a garrafas de vidro e onde a PM vai patrulhar”, detalha Frizarin.

O veto ao comércio e ao consumo de bebidas alcoólicas ou não em recipientes de vidro foi determinado em um raio de 500 metros no entorno do desfile e não é válido só para a City Banda, mas para qualquer concentração de carnaval de rua. O secretário de Cultura, Ney Carrasco, diz que a preocupação sempre existiu. Ele relaciona o protocolo específico principalmente à segurança, em caso de briga e confusão, mas cita ainda o risco de acidentes e o desconforto dos foliões.

“Eu já vi gente pisar em caco de vidro e cortar o pé na multidão. Então diz respeito à higiene e ao conforto e, principalmente, à segurança, porque pode virar uma arma. Por isso a gente pede que não leve garrafa de vidro”, afirma.

Os moradores próximos aguardam com expectativa. Isso porque, desde a saída do bloco do Cambuí após ocorrências policiais, a região do bairro Vila Nogueira passou a ter problemas. Em 2018, uma mulher foi esfaqueada depois do desfile. Em 2019, três brigas foram gravadas em vídeo. Por essas e outras situações, o dono de um bar em frente à praça, Manuel Inácio, prefere não abrir as portas. Já Rodrigo Ferreira, que mora a poucos metros, espera por mais confusões.

“Teve menor com bebida trazida de fora, ou que um maior comprou pra ele. Aí eu fui notificado e por isso eu não vou trabalhar esse ano”, diz o comerciante.

“Toda vez dá confusão. É muita gente e eles não sabem o limite e a hora de ir embora cada um pra sua casa. Aí eles saem quebrando tudo”, conta Ferreira.

Os integrantes da City Banda vão ficar em uma área fechada. As tendas e os banheiros químicos já estão montados na praça. No entorno, a partir das 10h, somente carros autorizados e com comprovação de moradia vão trafegar.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
INVESTIGADOS
0
CONFIRMADOS
0 0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também