Motoristas elogiam remodelação de acesso do Tapetão

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Flávio Botelho

A remodelação da alça de acesso do Tapetão para a Rua Henrique Veiga, no Jardim Santa Genebra, em Campinas, foi aprovada pelos motoristas que utilizam o acesso diariamente. O assistente de controladoria, Antonio Junior, trabalha em uma empresa instalada na Rua Henrique Veiga e, segundo ele, antes da reforma na alça de acesso o canteiro central era utilizado irregularmente como estacionamento de ônibus fretados, o que acabava provocando congestionamentos e perda de tempo. “Foi muito bom, pois melhorou o acesso para a gente, muitos ônibus estacionavam ali e a gente perdia de 10 a 15 minutos para poder passar ali”.

O entregador Silvio Zanotti também utiliza diariamente a alça de acesso do tapetão para a Rua Henrique Veiga. Para ele a reforma foi pequena, porém, funcional. “Melhorou bastante, funcionou bem”. Para o comerciante Valdecir Mendes a remodelação facilitou o trafego de veículos e deixou o local menos perigoso, principalmente para os pedestres. “Aumentou o trânsito aqui após o fechamento do túnel, então duplicou o fluxo de veículos na rua Henrique Veiga”.

A obra foi executada para o fechamento em definitivo do acesso de veículos pela passagem inferior na altura do km 140 da rodovia D. Pedro I. O local era utilizado por motoristas que tinham como destino os atacadistas e os condomínios Avalon e Praça Capital. Desde o dia 29 de janeiro o aceso passou a ser exclusivo para pedestres.

Para o enfermeiro Odair Almeida o fechamento da passagem tornou o trajeto mais longo, pois ele precisa seguir até o km 113 da Dom Pedro e entrar no Tapetão.  Mas ele acredita que isso interferiu tanto no tempo, e aumentou a segurança para o próprio motorista. “Ficou mais seguro, pois ali a gente tinha de ter uma cautela para fazer o retorno, e acho que não mudou muita coisa na questão do tempo”.

A interdição do tráfego de veículos no antigo acesso foi definitiva e prevista no contrato de concessão do Corredor Dom Pedro, firmado pela Concessionária Rota das Bandeiras com o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Artesp (Agência de Transportes do Estado de São Paulo).

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
INVESTIGADOS
0
CONFIRMADOS
0 0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também