PMs presos facilitavam atuação de traficantes

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Leandro Las Casas

Os três policiais militares que foram presos em duas operações conjuntas da Corregedoria da PM e do Gaeco do Ministério Público faziam vista grossa e auxiliavam o tráfico no bairro São Camilo, em Jundiaí, e em Várzea Paulista. Eles atuavam na Força Tática, eram lotados no 49º Batalhão de Polícia Militar do Interior e se tornaram alvo de investigação a partir de 2018, quando o órgão de controle interno da corporação passou a notar indícios de irregularidades.

Como civis estavam envolvidos, o MP foi acionado e a apuração seguiu. Para o promotor do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado de Campinas, Jandir Torres, o foco agora é provar que os PMs recebiam propina.“Eles se omitiam no combate ao tráfico. E aparentemente faziam isso após recebimento de dinheiro pra que deixassem de atuar, ou colaborassem de outras formas. Mas isso vai ser evidenciado durante o curso da investigação, detalha.

Além dos três PMs, oito civis estavam entre os 14 mandados cumpridos e foram presos simultaneamente nas duas cidades. Dois homens de Jundiaí, no entanto, não foram encontrados. Em Várzea Paulista, uma mulher ficou foragida. As operações investigam o tráfico de drogas, associação ao tráfico, corrupção e organização criminosa. Mas apesar da mesma prática, o promotor Jandir Torres diz que os grupos de Várzea e Jundiaí não possuem elo.

Em razão disso, cada um passou a ser alvo de uma investigação diferente. Indagado sobre a chance do mesmo tipo de associação entre PMs e traficantes acontecer em Campinas e região, o promotor não descarta a possibilidade. “A região mais próxima aqui de Campinas por enquanto não foi objeto de busca ou de diligência. Pode ser que, com a sequência dos trabalhos, possa existir algum vínculo. Mas a gente vai verificar no andamento da investigação”, afirma.

Cerca de 300 policiais militares e dezenas de viaturas participaram das ações em Jundiaí e Várzea Paulista. Além dos 14 mandados de prisão, 31 de busca e apreensão também foram cumpridos em diversos endereços dos municípios.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também