Polícia ouve irmão de autor da facada e descarta legítima defesa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Danilo Braga

Após a identificação de Osmar como suspeito de ter assassinado o jovem Andrew Silva, de 19 anos, na madrugada do dia 9, a Polícia Civil colheu nesta manhã mais um depoimento. Identificado como Márcio, ele é irmão do autor da facada e um dos proprietários do bar Velho Casarão, no centro de Campinas, onde o início do confronto aconteceu. Por ser dono do estabelecimento e apontado pela defesa como motivo de uma suposta legítima defesa por parte de Osmar, Márcio foi chamado para ser ouvido.

De acordo com o delgado titular do 1ºDP, Hamilton Caviola, a oitiva confirmou que Osmar foi mesmo o autor da facada que causou a morte de Andrew. No entanto, a prisão não será decretada ainda porque mais funcionários do bar precisam ser ouvidos no sentido de delinear com mais clareza a participação de Osmar. Caviola informou que também foi descartada a hipótese de legítima defesa levantada pelo advogado.

As  imagens das câmeras de vigilância mostram a vítima sendo agredia, mesmo caída e sem condições de se defender. No entanto, de acordo com José Tavares, advogado dos donos do bar, Osmar, que é funcionário do estabelecimento, pode sim ter agido para proteger Márcio, dono do bar, ouvido nesta quinta-feira. O suspeito do crime deverá ser ouvido na próxima semana, depois que outros funcionários forem ouvidos.  Nesta sexta-feira não estão previstos depoimentos.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também