Recap explica os motivos do preço dos combustíveis

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Flávio Botelho
Foto Flávio Botelho

A Petrobras reduziu no último dia 6 de fevereiro o preço da gasolina e do diesel vendidos às refinarias. Porém, essa redução não chegou nas bombas dos postos de abastecimento. Na gasolina, a redução foi de 4,3%. Já no diesel, 4,4%. Apesar de ser a quarta baixa desde o início de 2020, o valor pago pelos consumidores permaneceu praticamente o mesmo.

A questão tem inflamado a relação do presidente da República, Jair Bolsonaro, com os governadores. Na semana passada, Bolsonaro sugeriu zerar os impostos federais caso os governadores zerassem os estaduais. Em São Paulo, o governador João Doria fez duras críticas a proposta e disse que os estados estão em grave crise fiscal e zerar o ICMS seria de uma grande irresponsabilidade.

De acordo com Flávio Campos, presidente do Recap, o sindicato dos donos de postos de combustíveis de Campinas e região, no meio dessa guerra governamental, as vítimas são os empresários do setor e os consumidores. Atualmente, segundo ele, cerca de 50% do custo da gasolina refere-se a tributos. Segundo ele, se os postos zerassem a margem de lucro, a gasolina estaria custando hoje cerca de R$ 4 para o consumidor final. Para ele, a concentração na distribuição do combustível em todo o País é um dos itens na somatória que torna o preço do combustível tão caro.

Outro motivo para o preço alto da gasolina é o aumento do etanol. Nos últimos dois meses, ocorreram aumentos no produto, que é complemento da gasolina. Neste caso, conforme Flávio Campos, a complexidade na formação dos preços dos combustíveis no Brasil é tanta que fica difícil a compreensão até mesmo para os profissionais do setor. Para ele, o ideal seria aumentar a base de arrecadação através de uma alíquota única.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também