Contas de água terão isenção e cobrança por média

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Reprodução

Moradores de baixa renda de Campinas terão isenção na conta de água nos meses de abril, maio e junho por conta dos efeitos da quarentena determinada pelo novo coronavírus. O anúncio foi feito em transmissão pelas redes sociais. De acordo com o prefeito da cidade, Jonas Donizette, do PSB, a medida serve para amenizar as dificuldades financeiras das famílias em meio ao momento vivido pelo País. Ao todo, 67 mil pessoas devem ser beneficiadas.

Os critérios valem a partir de 30 de março e levam em conta a renda mensal dos clientes e o consumo máximo de até 10 mil metros cúbicos. Com isso, a Sanasa deve gastar cerca de R$ 500 mil por mês. Portanto, R$ 1,5 milhão no período. “A nossa tarifa é de R$ 8,60 por 10 metros cúbicos. Um metro cúbico seria R$ 0,86. Então, a gente tá dando isenção para as pessoas de baixa renda que consomem até 10 metros cúbicos nos meses de abril, maio e junho”, explicou.

Para os demais moradores do município, a mudança definida vale para março, abril e maio. Neste prazo, segundo Jonas, a conta será feita e cobrada com base na média de consumo de cada imóvel desses mesmos meses do ano passado. Ao detalhar o índice, comparou 2019 e 2020 e mostrou um gráfico que comprova o aumento do consumo na quarentena. Enquanto em março do ano passado o volume ficou em 3,2 mil litros, neste ano está em 3,3 mil e subindo.

Com isso, anuncia que a leitura dos relógios não será feita até maio e diz que a utilização acima do índice será considerada como acúmulo, analisada pela Sanasa e pode ser cobrada dos consumidores após o fim dessa alteração. “É só ver a litragem desses meses do ano passado e fazer a média. O que passar disso veremos depois. Vocês não vão pagar agora, mas eu não darei isenção. Vai ficar como acúmulo, já que não faremos a medição dos relógios”, argumenta ele.

A possibilidade de cancelar os cortes do serviço por falta de pagamento foi descartada, De acordo com o prefeito, a Sanasa vai avaliar cada caso e por isso orientou o cidadão a entrar em contato com a empresa para abrir negociação.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também