Pais devem falar com filhos sobre pandemia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Em momentos de reclusão, exigidos como medida de prevenção ao avanço da pandemia, as crianças podem não entender a gravidade da situação. Por isso os pais devem conversar com os pequenos e explicar os últimos acontecimentos de maneira direta e lúdica.  É preciso ainda respeitar a idade da criança e medir bem as palavras usadas.

A escritora Alda de Miranda é autora de um e-book, distribuído gratuitamente, sobre essa situação. A obra, intitulada como Coronavírus Não é Bicho Papão, explica todo o problema trazido pela nova doença, numa linguagem direcionada aos mais jovens. Ela afirma que os pais tem que entender que as crianças tiveram toda sua rotina alterada e que elas precisam entender porque isso aconteceu. “Com essa situação do coronavírus, tem muita criança assustada. A criança ouve uma conversa aqui, outra ali, vê as notícias, tem a rotina alterada, deixa de ir na escola. O momento agora é de buscar a calma. Os pais têm que acalmar”, afirma.

O cuidado ao se falar com uma criança sobre a pandemia também deve ser tomado. Alda de Miranda afirma que a mente de uma criança é um terreno muito fértil para a imaginação e que alguma coisa relativamente simples pode se tornar um problema ainda maior. “A conversa precisa acontecer de uma forma muito leve e lúdica. É claro que a explicação vai variar conforme a idade. Quanto menor a criança, mais simples deve ser a explicação. Mas temos que entender que a cabeça de uma criança é cheia de imaginação. O que pode ser banal para um adulto, podem ser muito grandes para uma criança”, disse.

O e-book Coronavírus Não é Bicho Papão, pode ser baixado de graça na internet. O interessado deve acessar o link abaixo:

https://mindfulnessincompany.com/ebook/Coronavirus-nao-e-bicho-papao.pdf

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também