Após paralisação do futebol, Ponte Preta tem três meses de sobrevivência financeira

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

O impacto econômico mundial devido à pandemia do novo coronavírus atinge de maneira muito forte também o futebol brasileiro. Contratos de jogadores, falta de receita, saída de patrocinadores dificultam a vida financeira dos clubes.

Em entrevista ao CBN Esportes, nesta quinta-feira, o presidente da Ponte Preta, Sebastião Arcanjo, falou dos problemas que vem enfrentando com a paralisação do futebol.

Segundo o dirigente pontepretano,  o clube tem neste momento uma sobrevivência financeira de cerca de 3 meses.

Um acordo entre os 20 clubes da Série B deve oficializar férias coletivas de 20 dias para os jogadores e comissão técnica, prorrogáveis por mais 10 dias, a partir de 1º de abril.

Ouça no player abaixo a entrevista de Tiãozinho.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
INVESTIGADOS
0
CONFIRMADOS
0 0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também