Justiça Eleitoral adia cancelamento de títulos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A Justiça Eleitoral suspendeu temporariamente o cancelamento de títulos dos eleitores que não compareceram ao cadastramento biométrico obrigatório. O procedimento foi realizado em 479 municípios paulistas em 2019, mas os moradores que não participaram poderão votar nas eleições municipais.

Depois do pleito programado para este ano, no entanto, a situação deve ser regularizada, porque as inscrições vão voltar a figurar como canceladas. A decisão da suspensão temporária está prevista em uma Resolução do TSE motivada pela suspensão do atendimento presencial na pandemia de covid-19.

Devido à interrupção do atendimento presencial, aliás, as operações são feitas atualmente de maneira online, por meio do Título Net, no site do TRE. Na guia digital, o eleitor pode fazer a emissão do primeiro título, a mudança de município, alteração de dados pessoais e de local de votação por justificativa. O eleitor deve preencher o formulário Título Net e encaminhar, nesse próprio requerimento, os documentos pessoais até a data-limite do dia 6 de maio.

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também

Comércio da RMC perde R$ 5 bi em faturamento em 2020

De acordo com os dados da Boa Vista SCPC, o comércio da região sofreu com uma queda de 13,67% no faturamento e de 6,10% no volume de vendas, em 2020, na comparação feita 2019. Em termos monetários a queda no faturamento regional foi de R$ 5 bilhões. Apesar das reduções nos índices o faturamento na RMC foi de R$ 5,9 bilhões, um movimento financeiro que corresponde a 93,90% do faturado em 2019.