Jonas quer hospital do Pacaembu com pacientes da região

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Divulgação Governo de SP

O Prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB) disse, nesta terça-feira, que a utilização do hospital de campanha instalado no Estádio do Pacaembu, em São Paulo, seria uma alternativa para o atendimento de pessoas com a covid-19 e que estão vindo para Campinas para serem atendidas.

O hospital de campanha está com uma subutilização atualmente em função da queda no número de casos e a absorção, pela própria rede municipal de saúde dos internados. A capacidade do local é para 200 leitos de baixa e média complexidade além de 10 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Atualmente, estão sendo ocupados menos de 40 leitos da enfermaria.

Entre os profissionais da unidade, a expectativa é de que o hospital seja fechado no próximo dia 30 de junho. O contrato com o Hospital Albert Einstein, que gerencia o local, vai até o dia 06 de julho, segundo a Secretaria de Saúde de São Paulo.

Para Jonas, a ideia é que fosse feito um aditivo no contrato evitando assim, o desmonte de um equipamento de grande porte que, por várias semanas, chegou quase ao seu limite de capacidade.

O prefeito também ressaltou que o tempo despendido entre a desmontagem de um equipamento de saúde, o deslocamento e a montagem das instalações e todos os equipamentos, seria muito grande para a necessidade das cidades do interior paulista. Segundo ele, como São Paulo tem boas rodovias e fáceis acessos à capital paulista, seria viável o encaminhamento dos pacientes do interior para a São Paulo.

Durante três meses o hospital de campanha do Pacaembu fez mais de 1,5 mil internações entre enfermaria e UTI. Mais de 500 profissionais da saúde chegaram a trabalhar na unidade

De acordo com a Secretaria de Saúde de Campinas, o município contava nesta terça-feira com 350 leitos de UTI exclusivos para pacientes com covid-19 nas redes pública e particular. Deste total, 312 estavam ocupados, o equivalente a 89,14%. No casos do SUS municipal, todos estavam ocupados.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também