Noivos não medem esforços para casar na pandemia

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

A pandemia do novo coronavírus e a consequente quarentena imposta pelo governo como política de enfrentamento foi responsável pelo cancelamento de eventos de diversas naturezas, entre eles os casamentos. Desde que o problema de saúde pública se agravou no Brasil, muita gente que estava com a data marcada correu para mudar o dia da união, priorizando a segurança da família e dos amigos.

Em abril, a CBN Campinas contou a história de Karine Rodrigues, que se casaria no dia 21 de março. Ela e o noivo se casaram no civil na semana anterior e chegaram a fazer o ensaio da cerimônia religiosa, que não aconteceu. Com o avanço da pandemia, eles optaram pelo adiamento. Mesmo com um cenário tão incerto, a decisão tomada em março era a coisa certa a se fazer, e o casal nutriu um otimismo que, infelizmente, não se confirmou. Eles haviam reagendado a cerimônia para o dia 15 de agosto, e agora, com a proximidade da data, o cenário da pandemia no Brasil é muito pior.

Por causa disso, eles decidiram esperar mais um pouco e remarcaram a data pela segunda vez, agora para janeiro do ano que vem. Houve aí dois problemas difíceis de serem resolvidos. O primeiro foi a indisponibilidade de datas, já que os diversos adiamentos que aconteceram represaram um volume grande de eventos transferidos para o final do ano. O segundo foi encontrar uma data em que todos os fornecedores tivessem disponibilidade.

Consciente da situação, Karine Rodrigues, conseguiu uma data no começo de 2021 e acredita ter tido sorte, porque as agendas estão cheias até o fim do primeiro semestre do ano que vem. Ela mantém a expectativa de que agora, as coisas vão caminhar bem. “Como teve muita alteração de data de casamento, de aniversário, de formatura, as agendas e o calendário para 2021 já estão lotados. Então foi difícil achar uma data que encaixasse todos os fornecedores e a única data que a gente conseguiu foi no início de janeiro. Então agora eu espero que dê certo, porque senão a gente só iria conseguir no segundo semestre de 2021, porque todos os lugares e fornecedores estão com as agendas lotadas devido ao número de alterações que tiveram por causa da pandemia”, explicou.

Um casamento, que passou por tantas datas e que caminha para um final feliz, teria muitos motivos para comemoração. Além da data do casamento civil, o religioso teve três datas marcadas. Para Karine, isso tudo será motivo para algumas celebrações anuais do aniversário de casamento. “Todas as datas merecem ser comemoradas. Além dessas três datas do casamento religioso, teve a data do casamento civil, que foi no dia 14 de março. Então temos quatro datas para comemorar. O dia 21 de março, que seria a data do casamento, sempre foi tão esperado, desejado e sonhado, eu acredito que sempre será especial e merecer alguma comemoração. E eu acho que a última data, quando vai ser o encerramento deste ciclo, o grande dia, a data encantada, dia 16 de janeiro”, disse.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
DESCARTADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES
Play Video

Ao vivo

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também