Buffets infantis são autorizados a reabrir

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Buffet Mini Vila

Os buffets infantis, que estão fechados desde o início da epidemia de coronavírus em Campinas, foram autorizados a retomar as atividades a partir de 07 de outubro. Segundo o prefeito Jonas Donizette, do PSB, os locais poderão abrir por oito horas diárias, em sequência ou fracionadas, e com limite de 40% da capacidade total.

Conforme o chefe do Executivo, a cidade tem hoje 67 buffets infantis cadastrados. Ao todo, a atividade gera 2,3 mil empregos diretos e outras 4 mil vagas indiretas. Para funcionar, cada local deve emitir a Declaração de Estabelecimento Responsável. O documento precisa ser impresso e apresentado aos clientes ou afixado nos espaços.

“Basta entrar no site da Prefeitura e rapidamente preencher o formulário. Sei que estavam aguardando isso e por isso peço a responsabilidade e fico feliz”, diz.

Ao ser perguntado sobre os questionamentos feitos pelo Ministério Público relacionados ao retorno das aulas no município, Jonas alega que já está tomando providências. Além disso, defende que o MP não obrigou, ou fez qualquer tipo de determinação. Com isso, justifica que as medidas sugeridas já estão contempladas, ou em análise.

“Sobre as cestas básicas, aqueles alunos que escolherem não voltar às escolas, podem continuar recebendo. Mas isso está em análise para ser feito de forma legal”, define.

A prefeitura de Campinas confirmou nas últimas semanas o retorno das aulas presenciais na rede municipal apenas para os alunos dos 5º e 9º anos do ensino fundamental. A decisão, que vale a partir de 07 de outubro, foi tomada porque esses grupos específicos estão em conclusão de ciclos e precisam de atenção maior, com mais atividades.

Para isso, foi anunciada uma testagem em massa da covid-19 nos profissionais da Educação. Passarão pelo procedimento 8 mil profissionais da rede municipal. A prioridade da medida será dada aos profissionais que retornarão às aulas presenciais em outubro. O teste rápido é específico para a detecção de anticorpos do vírus.

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também