Campinas chega a 1,2 mil mortes por covid-19

Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Foto: Reprodução/TV Câmara

No dia em que Campinas completa seis meses de quarentena, o município supera a marca de 1,2 mil pessoas mortas vítimas do novo coronavírus em 180 dias. Além disso, ultrapassa também a casa dos 32 mil infectados pela doença. Ao todo, são 32.032 com 70 registros a mais. Ainda há 569 em investigação.

Com relação às mortes, são mais sete óbitos, sendo seis mulheres e um homem. Todos tinham algum tipo de comorbidade. A faixa etária é bem variável. Um homem de 25 anos que morreu em 14 de julho em hospital privado até uma mulher de 100 anos de idade que faleceu em 19 de setembro, também em hospital particular. Ao todo, cinco vítimas tinham mais de 60 anos e outras duas menos de 60. Ainda há 15 mortes em investigação.

O número de pessoas recuperadas da Covid-19 saltou para 30.301 depois do registro de mais 111 casos. Já os casos descartados da doença já chegam a 63.510.

Falando de pessoas internadas com o novo coronavírus, uma queda de 16 pessoas de um dia para o outro. Agora são 290. O menor número nas últimas semanas havia sido registrado em 10 de setembro com 300 internações. As pessoas em isolamento domiciliar também apresentou queda passando de 270 para 236.

Queda também no número de leitos de UTI Covid em Campinas somando as redes pública e particular. A taxa de ocupação é de 59,58%, a menor desde julho passado. De terça para esta quarta-feira houve a redução de seis internados e agora, são 171 pessoas. Há ainda 116 leitos livres.

 

Compartilhe!
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin

COVID-19

Casos de coronavírus em Campinas
0
CURADOS
0
CONFIRMADOS
0
INVESTIGADOS
0
MORTES

Mais recentes

Colunas

Fale com a gente!

WhatsApp CBN

Participe enviando sua mensagem para a CBN Campinas

Siga-nos

Veja também